SPFW – day #1

14 jun

A Animale abriu o São Paulo Fashion Week com uma inspiração daquelas: o Sul da França. E isso veio traduzido em roupas com gaze de seda, linho puro, linho com seda, couro dupla face, flores de paetê de metal, crochê. Muito romantismo, transparências e tecidos leves. Nos pés, uma anabla básica, para não contrastrar com as roupas.

Tufi Duek se inspirou num tema que não é novidade: a arte tribal indígena e usou materiais que também não são novidade, todos 100% naturais, além de plástico reciclado, látex e paetês. As roupas estão curtas, retas e sexy, mas com um ar muito pesado. Nos pés, uma open boot.

Samuel Cirnansck trouxe como tema o universo do fetiche e usou materiais bem típicos das roupas íntimas: cetim, musseline, organza, gazar, tafetá, shantung e tule, além de tecidos resinados e couro sintético. O desfile foi cheio de referências sexuais e sadomasoquistas. Nos pés, uma parceria com a grife gaúcha Jorge Bischoff, que desenvolveu dois modelos exclusivos para o desfile.

A Reserva teve como tema Cuba e escrachou no conceito dos militares que governam a ilha. Entre os materiais usados, muito linho, tricoline encerado, tricô de rayon, jacquard de voil, sarja e jeans. No limite da tiração de onda, a coleção tentou transmitir o que Cuba tem melhor e pior. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: