SPFW – 3º dia

30 out

Fause Haten, o primeiro desfile do dia, levou um monte de mangás para as ruas e São Paulo para mostrar sua coleção de verão. Na verdade, não eram mangás. Mas as modelos estavam tão coloridas e com perudas e penteados igualmente chamativos que mais pareciam que iam àqueles eventos que reúnem pessoas fantasiadas de personagens japoneses. Nos pés, contrapondo às roupas chamativas, scarpins de diversas cores.

Image

A Ellus veio com uma coleção que mistrou esportes de montanhas, roupas de lenhadores e o Japão, representado pelos trajes dos samurais e o jeans adotado pelos japoneses. Pode parecer estranho, mas deu certo. Vimos roupas utilitárias, cheias de bolsos. Nos pés das meninas, dois modelos de ankle boots e uma sandália com pelos e para os rapazes, um modelo tradicional de sapato, mas que perdeu toda a caretice com cores diferenciadas (sem ficar espalhafatoso) e um detalhe de corrente. Gostei (bem) mais dos sapatos masculinos que femininos. #prontofalei

Image

Image

João Pimenta trouxe um desfile cheio de peças-chave para os homens, com uma pegada gangster. Até sangue (de mentirinha, claro) havia nas estampas. Os modelos de sapatos são simples, básicos, em cores tradicionais. O diferencial (e que me fez postar os modelos aqui) foi um detalhe na cor de madeira entre a sola e o couro. Um belo exemplo de como um acessório simples pode se tornar espetacular com um detalhe mínimo.

Image

A Fórum veio com um desfile inspirado na cidade de São Paulo (que eum, particularmente, amo) e tudo que a compõe, como prédios, postes, fios, ruas, noites, carros e a energia da cidade. Sendo assim, as peças foram bem casuais. Tudo isso repassado para os sapatos desfilados, que poderiam ser scarpins e ankle boots básicas, se não fosse pelo salto tronxinho, parecendo mais que quebrou ao cair em um buraco de uma calçada.

forum

A Triton veio com muitos tons escuros e neutros, muitas roupas pesadas, a cara do alto inverno. Mesmo as estampas, tinham a cara dos dias frios. Nos pés, tinha sapatos para todos os gostos: botas com pegada country, coturnos revisitados (amei, quero um de cada cor) e sneakers que fogem da cara de tênis e dá até vontade de ter um.

triton

A Cavalera fechou a noite de desfiles com uma apresentação baseada em países asiáticos. Teve até dançarinas do ventre. O diretor criativo da marca, Alberto Hiar, resgatou sua origem libanesa e acrescentou países como Turquia, Indonésia e Índia. Particularmente, gostei muito dos sapatos, tanto masculinos quanto femininos. São peças capazes de salvar qualquer produção básica.

cavalera

Fotos e informações para comentários do site FFW.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: